Chá para dor na coluna, articulações, joelhos e lombar

A erva-doce, também conhecida como anis-verde, anis e pimpinela-branca, é uma planta medicinal da família Apiaceae que tem cerca de de 50 cm de altura, sendo composta por folhas fendidas, flores brancas e frutos secos contendo uma só semente, de sabor adocicado e aroma intenso.

Esta planta possui nome científico de Pimpinella anisum e é usada popularmente para gastrite, inchaço abdominal, má digestão, gases e dor de cabeça devido as propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e antidispéptica.

Para que serve

A erva-doce é uma planta medicinal muito utilizada popularmente para tratar condições como:

  • Dor de barriga;
  • Dor de cabeça;
  • Má digestão;
  • Inchaço abdominal;
  • Espasmos musculares;
  • Cólicas menstruais;
  • Inflamações na boca e garganta;
  • Tosse, gripe, resfriado, catarro, coriza.

Esta planta tem capacidade de reduzir os efeitos da fermentação dos alimentos no intestino, como a produção de gases, por isso pode ser usada para aliviar o desconforto causado pelo aumento destes gases no intestino. A erva-doce também é indicada em alguns casos para reduzir os níveis de açúcar no sangue e diminuir as ondas de calor, que são comuns durante a menopausa.

Como usar a erva-doce

A erva-doce é vendida em diferentes formas, como o extrato da fruta seca e óleo essencial e pode ser usada como:

1. Chá de erva-doce

O chá de erva-doce serve para melhorar os sintomas de gripe e resfriado, como tosse, coriza e catarro. Este chá também é bastante conhecido por estimular a produção de leite materno.

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de erva-doce seca;
  • 1 xícara de água.