Caso Miguel: mãe presa pela morte se declarava ao filho nas redes sociais; ‘meu mundo azul’

Miguel, de sete anos, foi morto pela mãe, de acordo com a Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

Yasmin Rodrigues, de 26 anos, está presa pela morte do filho. Miguel, de 7 anos, morreu no dia 28 de julho. No dia seguinte, Yasmin foi à delegacia registrar o desaparecimento do filho. Os policiais acharam a versão que ela deu estranha. A mulher acabou confessando tudo o que havia feito.

Yasmin espancou Miguel, dopou o menino com remédio antidepressivo, quebrou os ossos dele e colocou o corpo em uma mala. A mulher se dirigiu até o Rio Tramandaí, em Imbé, litoral norte do Rio Grande do Sul, e despachou o corpo no local. O Corpo de Bombeiros segue procurando o corpo de miguel.

A Polícia Civil não descarta que ela tenha jogado o filho em outro lugar. Yasmin foi presa. A companheira dela, Bruna Nathiele, de 23 anos, também foi detida. Vídeo divulgado pela polícia mostra Bruna ameaçando Miguel.