OS CONSULTÓRIOS DOS MÉDICOS VÃO FICAR VAZIOS DEPOIS DISSO…TEM NO SEU QUINTAL

1. Estimular o funcionamento do fígado

A boldina, um antioxidante presente especialmente no boldo do Chile, e a forscolina e a barbatusina, presentes no boldo brasileiro, estimulam a produção da bile pelo fígado, ajudando no seu funcionamento.

Além disso, os antioxidantes da planta atuam como protetores do fígado em casos de esteatose hepática, que é o excesso de gordura no fígado, prevenindo sintomas como dor de cabeça, náuseas e mal estar.

2. Ajudar na perda de peso

Os flavonoides glicosilados, um dos componentes do boldo do Chile, são os responsáveis pela ação diurética desta planta, ajudando a diminuir o excesso de líquido  corporal, sendo uma boa opção para os tratamentos de perda de peso.

3. Auxiliar no tratamento de problemas da vesícula

O boldo estimula a liberação de bile, um composto que ajuda na digestão dos alimentos, pela vesícula biliar. Por isso, esta planta pode auxiliar no tratamento de problemas da vesícula biliar. Além disso, o boldo ajuda a normalizar o funcionamento da vesícula biliar.

4. Melhorar a digestão

O boldo do Chile e o boldo brasileiro ajudam a melhorar a digestão e a diminuir os gases, principalmente quando tomado na forma de chá antes ou logo após as refeições. Além disso, a boldina melhora a ação da bile que é liberada pela vesícula no intestino, auxiliando na digestão de gorduras e no alívio da má digestão.

5. Auxiliar no tratamento da gastrite

Os alcaloides presentes nos dois tipos de boldo ajudam a equilibrar os ácidos do estômago, podendo ser muito útil para auxiliar no tratamento da gastrite. Além disso, as propriedades adstringentes do boldo reduzem a acidez do estômago, auxiliando também no tratamento da azia.

6. Aliviar os sintomas da intolerância alimentar

O boldo tem propriedades digestivas, anti-inflamatórias e anti-espasmódicas que podem ajudar a aliviar os sintomas de algumas intolerâncias alimentares como má digestão, cólicas intestinais e produção excessiva de gases.

7. Melhorar o funcionamento do intestino

A boldina, um alcaloide presente no boldo do Chile, age como relaxante regulando o funcionamento do intestino, o que  pode ser útil para tratar a prisão de ventre. Além disso, o boldo reduz a produção de gases intestinais e auxilia no tratamento de vermes e infecções intestinais.

8. Eliminar fungos e bactérias

O boldo pode auxiliar a eliminar bactérias como:

  • Streptococcus pyogenes que causa infecção de garganta ou erisipela, por exemplo;
  • Staphylococcus aureus que causam infecções pulmonares, de pele e ósseas.

Além disso, o óleo essencial do boldo do Chile tem atividade antifúngica principalmente para o fungo Candida sp que pode causar micose de pele. No entanto, o boldo não deve substituir nenhum antibiótico e só deve ser usado sob orientação de um médico.

Chá de boldo para COVID-19?

O chá de boldo ficou conhecido popularmente por poder ajudar a combater a infecção do novo coronavírus. No entanto, não existem estudos científicos que comprovem qualquer tipo de ação contra a COVID-19.

Assim, e embora o boldo possua diversos benefícios para a saúde, o chá de boldo não deve ser usado para tratar a COVID-19, especialmente sem qualquer supervisão por parte de um médico.

Como usar o boldo

O boldo pode ser consumido na forma de cápsulas, chás, sucos ou tinturas usando as folhas frescas de boldo brasileiro ou as folhas secas do boldo do Chile.

O chá de boldo pode ser preparado imediatamente antes de tomar e as folhas não devem ser fervidas junto com a água para evitar o sabor amargo forte dessa planta.